Marinada

Cordeiro marinado em vinho branco, com mirepoix, alho e ervas finas

A marinada é uma das formas mais antigas de acentuar o sabor dos alimentos, especialmente carnes e frutos do mar. Tempos atrás, deixar estes insumos imersos em soluções ácidas, acrescidas de temperos, ervas e especiarias era ainda o método mais eficientes de conservação por longo tempo.

Muitas culturas, principalmente asiáticas e latino americanas, desenvolveram pratos que tem como método principal de preparo a marinada. É o caso do ceviche, no qual se cozinha o peixe em suco de limão. Nas Filipinas, existe o adobo. O mais conhecido leva carne bovina ou de frango, marinada em vinagre e temperos e depois cozida em fogo brando.

Mas você sabe por que a marinada é tão eficiente para acentuar estes sabores? A carne, em contato prolongado com a acidez do vinagre, do vinho ou mesmo do limão, tem suas proteínas dissolvidas. Esse processo libera um aminoácido chamado glutamato. Conhece? Isso mesmo! Aquele realçador de sabores contido nos caldos artificiais.

O glutamato, em contato com as nossas papilas gustativas – ou a língua! – nos traz a sensação de um novo sabor, muito mais intenso, que, na verdade é o real sabor dos alimentos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s